O que os abraços dizem sobre seu relacionamento? | Me Apaixonei

O que os abraços dizem sobre seu relacionamento?

3479
1
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

O ser humano vive num mundo de códigos e da linguagem não verbal. Por isso, é sempre interessante adivinhar o que um gesto, um olhar, um silêncio significam. Até mesmo a maneira de caminhar pode dizer muito sobre a personalidade de cada pessoa. Mas o que é possível supor de um relacionamento entre duas pessoas apenas ao ver a forma como elas se abraçam?

Neste post, o Me Apaixonei revela o verdadeiro motivo dos abraços, e o convida a observar com que grau de exatidão estas regras são aplicadas na vida real.

Protetor

Estes abraços são típicos para os homens: em pé, eles abraçam a cintura da parceira pelas costas. Assim, o homem quer ser visto como uma fonte de “proteção e apoio“, tentando transmitir à mulher a sensação de segurança. Este abraço indica a confiança que existe na relação, mandando a mensagem de que é importante para ambos cuidarem um do outro. ”Se uma pessoa fica atrás de você, quer dizer que deseja protegê-lo“, escreve Patty Wood, especialista em linguagem corporal e autora do livro “Sinais de sucesso, um guia para decifrar a linguagem corporal (tradução livre).

Tocando as costas

Este abraço é um verdadeiro símbolo de consolo. Envolvendo as costas de quem é abraçado, enviamos o sinal de o quanto aquela pessoa é importante para nós. Essa posição indica que as duas pessoas envolvidas são generosas e, ao mesmo tempo, vulneráveis, pois as costas são a parte do corpo mais desprotegida. “É impossível saber o que acontece atrás de você. Por isso, os toques nas costas são tão emocionantes”, assegura Woods.

Abraço com suaves palmadas

As palmadas carinhosas são típicas entre amigos. Literalmente, uma “palmadinha“ nas costas atua como um sinal de conforto. Este gesto não é muito íntimo. ”É assim que o os homens costumam abraçar os amigos, sem nada que possa lembrar o romance“, diz o filósofo Christopher Blazina, autor do livro “As vidas secretas dos homens” (tradução livre): ”Se um homem abraça uma mulher desta maneira, é porque não tem interesse sexual nela”.

Uma dança lenta

Se há um abraço que representa o romantismo, é o estilo “dança lenta”. O homem envolve a cintura da mulher, e ela o abraça pelo pescoço. Esses gestos evocam as primeiras paixões da época de escola. São abraços característicos de um amor jovem, apaixonado e totalmente impetuoso.

Abraço amistoso

Esse abraço é típico de uma forte amizade. Uma pessoa praticamente se pendura no pescoço da outra. É um abraço nada romântico, mas muito amistoso. Significa apoio, benevolência e valentia. O autor Doe Zantamata escreve inspiradamente: “Os bons amigos te ajudam a recuperar algumas das coisas importantes quando você as perde: seu sorriso, sua esperança e sua coragem”. Quando você abraça assim um amigo próximo, se conecta com ele de uma forma fisicamente tão forte quanto o ímpeto da sua união emocional.

Cadeado

Este abraço, de certa forma, indica que uma pessoa tem medo de perder a outra. Com tanto ímpeto, as pessoas se atraem entre si da forma mais forte possível, sem deixar nenhum espaço entre elas. Isso indica que existe uma conexão muito forte, que as pessoas não querem se separar. Abraçando-se assim, parece até que os envolvidos sentem medo de que, ao interromper o abraço, terão de deixar-se ir mutuamente.

Abraço que voa

Um abraço que “voa“ é o símbolo da paixão e do ardor. O homem levanta a mulher, a segura ou a coloca sobre uma superfície elevada. Nessa posição, também é criado um vínculo estreito. Mas o detalhe é que, muito provavelmente, a atração física é a única coisa que une as duas pessoas. Gabriel García Márquez dizia: ”O sexo é o consolo que resta a alguém que não encontra o amor”.

Ponte de Londres

A característica principal deste abraço é a presença de uma distância cada vez maior entre duas pessoas. Elas inclinam a parte superior do corpo, mantendo a parte inferior a uma distância considerável. Esta posição indica a presença de um forte desacordo e falta de intimidade em uma relação. Luis Miguel afirma: “Posso manter minha cordialidade mantendo uma distância”. Com este abraço, fica demonstrado que nenhum dos dois quer realmente se aproximar. Algumas pessoas estão destinadas a serem apenas conhecidas, em vez de amigas ou algo mais.

Olho no olho

Aqui, trata-se literalmente de uma fusão de almas. Não importa a posição dos corpos, a parte mais importante do abraço é o contato visual. É um verdadeiro símbolo de amor e semelhança interna. No relacionamento, cada pessoa é capaz de enxergar a alma da outra. A conexão é forte e inquebrável.

Boneco de pano

É a manifestação mais flagrante de que não existe reciprocidade. Uma pessoa abraça a outra com todas as suas forças, enquanto o outro apenas deixa-se abraçar como uma boneca. Esta posição revela um grande desequilíbrio no relacionamento. Todo mundo conhece o ditado: “Amizade é reciprocidade”. Então, se esta é uma verdade, a relação de quem se abraça dessa maneira não tem nada disso.

Mão no bolso

Neste caso, há uma busca subconsciente por simplicidade e conforto. Uma ou ambas as pessoas colocam as mãos nos bolsos traseiros do outro. Este é um sinal de que cada integrante do relacionamento se sente relaxado e confortável. Não é preciso se esforçar muito para que tudo continue fluindo bem. A escritora indiana Ritu Ghatourey afirmou: “Quando você fica em silêncio com alguém de forma não constrangedora, saiba que encontrou o amor”. O mesmo acontece com um abraço. Quando você se sentir ítimo a ponto de colocar facilmente a mão no bolso do seu parceiro ou parceira, pode ter certeza de que são feitos um para o outro.

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: