O amor que cada um possui | Me Apaixonei

O amor que cada um possui

754
0
Compartilhe:

Eu simplesmente não suporto quando uma pessoa diz para outra que a maneira como ela namora é errada. Afirmações como “ah, seus namoros não duram porque você age assim” ou “desse jeito ele vai embora” me enojam. Como pode alguém fazer previsões sobre o futuro de relacionamentos alheios? Por acaso esse indivíduo é uma das partes que formam o casal? Exatamente: não.

Na minha concepção, contrariando o que dizem pesquisas, não há tipos de casais. Aliás, existem. Porém não com uma quantidade limitada. Cada casal possui seu jeito, suas manias, seu modo de viver. Se eles gostam de passar todos os dias da semana juntos, se querem casar mesmo estando juntos há dois meses, se discutem o tempo todo, se tudo o que fazem envolve apenas os dois, não cabe aos outros julgar.

Cansam-me os tutorias que ensinam como fazer um relacionamento durar, ou o modo certo de namorar diante de determinada situação. Tudo bem que, às vezes, essas dicas até servem para alguma coisa, mas sabemos que, no final, a ação vai ser guiada pelo coração de cada um.

É tão difícil deixar que os outros vivam da maneira como eles acham melhor? Acredite, não há um único caminho para encontrar a felicidade. A singularidade está justamente nas pessoas. Todas sabem o que querem para suas vidas, o que as fazem bem. Surpreendentemente, algumas descobrem que o melhor para elas é algo totalmente diferente do que pensavam. Entretanto, sempre descobrem.

Encontrar alguém que entenda nossas loucuras, nossos medos, que nos aceite exatamente como somos é algo incrível. E quando isso acontece, todos os pensamentos ruins a respeito do modo como o relacionamento funciona viram formiguinhas que, de vez em quando, podem nos picar ou atacar nosso doce que mais estávamos ansiosos para comer. Mas não se preocupe. A picadinha vira uma marquinha que logo some, e o doce pode ser feito novamente. 

Quem tem esse tipo de pensamento deve se considerar sortudo! Primeiramente, por ter encontrado a pessoa que estava procurando, e segundo, por ter, possivelmente, o amor da sua vida nos seus braços. Sabem o quão raro é isso?

Quando se tem aquela pessoa que faz surgir sorrisos a todo momento, que diminui os problemas tornando-os desafios a serem superados, que nos inspira, que faz pensarmos primeiramente no outro, que desperta o desejo de compartilhar os momentos tristes e felizes, que faz a gente querer todos os dias acordar e dormir juntos, que sabemos que vamos estar juntos para sempre, nada mais importa.

Logo, todas aquelas críticas e julgamentos são em vão? Para pessoas que encontraram o amor, sim! Para elas, nada mais importa, apenas a felicidade com a sua metade. Podem vir milhares de situações em que o relacionamento será testado e posto em sério risco de acabar, mas ele persiste. O amor é um sentimento diferente dos outros. Possui um poder que não pode ser explicado, mas quem o possui sabe do que estou falando. O amor torna cada casal único, e é isso que importa.

Amar não é viver pelo outro, mas unir as duas vidas e tornar uma só.

Lais Itice

Deixe seu comentário: