Eu não posso deixar você ir | Me Apaixonei

Eu não posso deixar você ir

902
0
Compartilhe:

Eu sou atraído por você de uma forma que eu nem sei explicar. Sem vergonha nenhuma. Não sei nem como posso insistir em querer algo que já não deu certo uma vez, e que hoje é impossível de acontecer. Isso já deve ter deixado de ser amor e se transformado em obsessão. Já te escrevi em forma de carta e crônica, escrevi nossos diálogos e pensamentos, já te romantizei e já te pintei como uma belíssima sacana.

Eu não sei o que eu vejo em você. Mas as-vezes-quase-sempre eu tenho sérios palpites sobre as coisas que me prendem a você, mesmo eu tendo certeza que não somos exatamente o que o outro queria. Mas a gente se pega no sentido contrário, como uma coisa de pele, e quando vejo já estou em suas mãos. A nossa falta nos completa de alguma forma.

Eu não posso deixar você ir embora porque eu vivo de recortes da gente. O verde é minha cor favorita por culpa dos seus olhos. Só carrego uma blusa no carro no caso de você precisar novamente. Todas as fotografias foram recortadas e guardei os sorrisos, e é isso que me mantém aqui. Só eu consigo entender o porquê de lembrar você nas horas mais impróprias e, ainda assim, ter a cara de pau de te mandar mensagem no celular com frases desconexas e sílabas engolidas.

Eu não posso deixar você ir embora. Sem sentido. Sem aviso. Sem nada que justifique o pedido para me encontrar novamente. Eu não posso deixar você ir porque eu preciso insistir nisso mais uma vez, pra ver se tenho sorte e você resolve parar de fugir. Eu não posso deixar você ir, por esses motivos e outros tantos. Eu não posso deixar você ir porque nós não podemos ter ponto final…

Gabriel Tonan

Deixe seu comentário: