Eu escolhi viver e isso não inclui mais você | Me Apaixonei

Eu escolhi viver e isso não inclui mais você

1350
0
Compartilhe:

eu-escolhi-viver-e-isso-nao-inclui-mais-voce

Confesso, logo de cara, que nunca achei que fosse tomar essa decisão que agora vejo como a única saída. Cansei.Sabe quando você esgota todas as possibilidades de fazer dar certo, mas nada mais depende de você ou da sua vontade? Sabe quando você se poda achando que os seus excessos estão estragando as coisas, mas mesmo chegando ao seu limite, nada muda? Então, para mim, é o fim da linha para gente.

Durante muito tempo não aprendi a lição. Insisti em dizer – eu te amo – a quem só me respondia – eu também. Me machuquei de todas as formas tentando conter as feridas das tuas ausências, da tua metade presente na relação. Digo metade porque nem de muito longe era possível sentir que você estava com os dois pés fincados na nossa história. O tempo todo, te via com uma perna estendida e a outra apoiada. Só bastava um pequeno impulso para que você pulasse fora e me deixasse afundar sozinho com o peso do nosso amor.

Percebeu? Eu disse peso. O nosso amor, para mim, já estava ficando pesado. É que justamente o sentimento que deveria me libertar estava podando as minhas asas. Ali, dentro do nosso convívio, já não tinha mais espaço para mim. Você, sua indiferença, seu descaso, sua falta de atenção aos detalhes ou até mesmo às grandes coisas já estavam me enclausurando dentro de um roteiro que não sonhei para o filme da nossa comédia romântica.

Chega uma hora da vida que a gente precisa perceber se realmente necessita passar por certas coisas. A gente precisa, de fato, ouvir o nosso coração e fazer uma escolha ingrata, porém extremamente importante: eu morro por esse amor ou mato esse amor em mim? Eu escolhi viver. Ainda que agora e certamente durante algum tempo, me sinta meio morto, meio frio, meio incrédulo que alguém ainda apareça para me fazer mudar a opinião que tenho sobre os relacionamentos.

Logo eu, que sempre acreditei no amor, que as coisas poderiam ser corrigidas, que tudo poderia entrar no eixo onde havia sentimento, acabei supondo isso tudo por nós dois. Talvez esse tenha sido o meu erro – ter sentido demais. Por mim e por você. Mas agora tanto faz. Só quero mesmo é te dizer que não quero mais. Ou melhor, eu quero sim, quero paz. Só isso. Nada mais.

Entenda os Homens

Deixe seu comentário: