Do nada | Me Apaixonei

Do nada

817
0
Compartilhe:

Sempre acreditamos naquilo que queremos acreditar. Sinto que somos infinitamente nós mesmos quando estamos juntos. Não sei explicar, às vezes prefiro ficar distante, pois sei que nada vai passar de uma tela do computador ou do celular. Tudo que te envolve parece ser mágico, qualquer gesto seu basta para alegrar meu dia. Principalmente aquele sorris que você da, a sua foto que aparece no celular quando você me liga, as suas mensagens mimadas. Você apareceu na minha vida de uma forma repentina, e chegou tomando conta do meu coração. Fiquei meio receosa com a sua chegada, porque tive medo de me decepcionar, de sofrer, mas eu não sei por quê. Mas hoje, a sua presença é extremamente essencial em minha vida.

O problema é que do nada esse sentimento chamado amor se transformou em carinho. E tudo que era beijos e abraços, passou a ser dialogo e ombro amigo.  Brigamos muito por muita coisa ou por nada também, gargalhamos com qualquer besteira, choramos ao sentir o coração doer e nos cuidamos. Sonhamos, idealizamos e fantasiamos o nosso conto de fadas, nos tornamos melhores amigos. As gravações são bem mais divertidas quando você está nos bastidores, porém nossos sentimentos não são iguais. Por que do nada tudo que poderia ser perfeito não é? Não consigo entender porque não me apaixonei por você ou você não deixou de me amar e transformou o amor em amizade. Simplesmente não consigo desatar esse nó.

Mas a vida ensina que tudo o que vem de surpresa, também vai da mesma maneira. E foi assim. De repente um susto. Não existia mais um na vida do outro, e do nada tudo mudou.

Ingryd Teixeira

Você escreve? Envie seu texto clicando aqui

Deixe seu comentário: