7 sinais de que quem está destruindo seu relacionamento é você | Me Apaixonei

7 sinais de que quem está destruindo seu relacionamento é você

1066
0
Compartilhe:

Quando algo está errado num relacionamento, muitas vezes tendemos a jogar a culpa no parceiro ou parceira. Mas uma relação sempre é formada pelas duas pessoas. E é impossível que só uma das partes tenha razão.

Acreditamos que é muito importante identificar a tempo estes 7 sinais.

Você está destruindo seu relacionamento se…

Dá muita atenção ao celular

Se a cada minuto livre disponível você “se joga” no Smartphone, talvez tenha desenvolvido algum nível de dependência. Pesquisadores da Universidade do Arizona, Estados Unidos, descobriram que as pessoas que não se separam de seus celulares têm problemas no relacionamento.

Tente manter o foco em outros assuntos: leia um livro enquanto está no ônibus ou observe os outros passageiros. Antes de dormir, faça planos para o fim de semana.
Há também aplicativos que ajudam a controlar o tempo gasto na Internet. Por exemplo, o Rescue Time.

Não sabe definir prioridades

Se você tem uma agenda muito apertada e não encontra tempo para a vida pessoal, inclua-a em sua lista das coisas importantes. Use aplicativos que ajudam a planificar melhor seu dia, como o Any.do (iOSAndroid).

Para manter a chama do seu relacionamento, use o método “2 / 2 / 2″: uma vez a cada 2 semanas, marque encontros com seu parceiro ou sua parceira; a cada 2 meses, viagem juntos por um fim de semana; e a cada 2 anos, façam uma viagem maior juntos.

Não apoia o parceiro ou parceira

A palavra “obrigado“ pode parecer tão clichê que esquecemos de utilizá-la. Mas não pense que, se seu parceiro ou parceira faz algo por você, faz por obrigação. Seu companheiro (ou companheira), assim como você, precisa de apoio e de palavras de conforto. Agradeça inclusive pelos detalhes mais insignificantes”Você está lindo“, “Me importo com o que você diz”, ”Acredito em você”… essas palavras não são tão difíceis de pronunciar, mas fazem milagres.

É econômico na comunicação

A comunicação entre duas pessoas que se amam deve ser sincera e aberta. Dividam um com o outro os acontecimentos e emoções do dia, aprendam a se ouvir. Em vez de “Como está?“, vocês podem usar outras perguntas para criar uma espécie de tradição. Por exemplo, ”O que houve de mais interessante no seu dia?“ ou “O que te fez rir hoje?”.

Se há algo na outra pessoa que te incomoda, diga com tranquilidade e sem reprovações, incluindo em suas frases a palavra ”eu“ — ou os pronomes ligados a ele (me, mim…). Em vez de ”Não se atreva a dizer isso!“, diga “Suas palavras me machucaram”.

Se irrita por pouca coisa

Não tente mudar seu parceiro ou parceira. Graças às suas peculiaridades, ela é a pessoa a quem você ama. Se algo provoca incômodos, pergunte-se o motivo. O problema é a pasta de dentes? Deixe que a outra pessoa veja por conta própria o resultado de seus atos. Por exemplo, se seu marido joga as meias em qualquer lugar, diga que elas só serão lavadas se forem colocadas no cesto de roupa suja. Quando ele ficar sem meias limpas, entenderá suas palavras.

Não consegue chegar a acordos

Concentre-se no que poderiam fazer para resolver seus problemas juntos. Os gritos, a chantagem e a ignorância muitas vezes são resultados de expectativas elevadasSerá que esse não é o caso? Não leve a situação ao limite, tente conversar tranquilamente. Ao falar de coisas importantes, faça contato físico com seu parceiro ou parceira. Assim, a pessoa sentirá que você está ao seu lado. Leve em consideração a seguinte regra: uma conversa para cada problema.

Durante uma discussão, saia do ambiente nem que seja por 30 segundos. Ao se acalmar, a conversa será muito mais eficiente.

Não confia na outra pessoa

ansiedade e as experiências negativas do passado às vezes nos impedem de confiar nas pessoas. Mas se você quiser ter um relacionamento realmente íntimo, acredite que seu parceiro ou parceira demonstra sinceridade. Não exija que o outro conte tudo que está fazendo, nem espie sua caixa de e-mail ou celular sem autorização; não o obrigue a dar explicações. Até porque suspeitas vazias podem estimular que a outra pessoa faça justamente aquilo que você suspeitava que ela fazia. Concentre-se no lado bom da relação. Seja positivo.

 Via Incrivel.club

Deixe seu comentário: