10 coisas que você precisa saber antes de pedir o divórcio | Me Apaixonei

10 coisas que você precisa saber antes de pedir o divórcio

2051
0
Compartilhe:

Agora que estou chegando no final do processo do meu divórcio, parei para refletir sobre algumas coisas que eu poderia ter feito de forma diferente. Acho que não existe um livro ideal para te preparar para o divórcio, até porque a experiência de cada pessoa é diferente. Mas se você estiver decidida(o) a partir para o divórcio, existem algumas coisas que você tem que saber!

1- Como o divórcio afetaria os meus filhos?

Quando eu e meu marido começamos a preparar as papeladas do divórcio, logo minha filha Valentina de 3 anos percebeu a situação (parece que não, mas os filhos por mais pequenos que sejam entendem o que está se passando com seus pais). Á partir de então suas notas na escola só despencaram, sua vida em casa já não era mais a mesma e a relação dela comigo mãe e com seu pai sempre vinham com perguntas do tipo: “você e o papai não se amam mais?”, “e agora o que eu vou fazer sem vocês dois juntos”. Isso me cortava o coração. Foi muito difícil fazer com que suas notas aumentassem e que sua vida voltasse ao normal, porque eles não entendem o poder de um divórcio, pra eles isso não é concebível.

2- Não use amigos para realizar o divórcio

Não use amigos para aconselhamento jurídico – o que significa, não contratar um amigo para lidar com o divórcio, mesmo que seu amigo vá lhe dar um desconto. Meu ex e eu começamos desse jeito, e o amigo era verdadeiramente adorável e magnânimo de coração para querer ajudar duas pessoas que estão a se divorciar, mas amigos sempre tendem a colocar outros trabalhar na frente do seu e por essa razão, já faz 20 meses que estamos tentando finalizar o processo de divórcio e até agora nada.

3- Sejam claros e objetivos

Nosso advogado ficou chocado quando leu nosso acordo de divórcio. Tudo era completamente vago e sem nenhum objetivo de separação de bens interpretado de forma correta. “Não, não, não! Não façam isso!” Não importa se você e seu ex estejam confortáveis agora, quando tudo estiver no papel as coisas ficam bem diferentes. Ter tudo escrito em detalhes e não deixar com que qualquer informação passe por despercebida é completamente importante para ambos.

4- Aprendendo a lidar com os novos parceiros

Mesmo que meu ex e eu decidimos juntos chegar ao acordo do divórcio, quando ele chegou com uma nova namorada e queria apresentá-la ao meu filho, era difícil para mim simplesmente saber que haveria uma estranha em torno da minha filha. Mesmo se você já não sente nada mais pelo seu ex, quando ele chegar com um novo parceiro e quiser apresentar seu filho para ele isso será muito difícil de se aceitar no começo.

5- Um novo parceiro pode mudar o pensamento de seu ex

Mesmo seu ex sendo uma pessoa legal agora, com a chegada de um novo parceiro as coisas podem mudar tragicamente. Aquele contato mesmo que breve com seu ex pode ser que seja cortado de uma vez por todas. Isso pode tornar uma separação que foi realizada de forma saudável em uma separação conturbada.

6. A readaptação leva tempo!

Eu pensei que um ano depois eu estaria bem depois de separar do meu ex. Na verdade, estou feliz e não quero que ele volte. No entanto, leva um tempo para se adaptar a todas as mudanças que um divórcio pode te trazer, como novos parceiros, novas casas, horários, etc. Estou feliz com minha nova vida, de vez em quando, fico triste e ainda acho que compartilhar minha filha com outra pessoa é difícil. Leva tempo, e todo mundo se aflige em seu próprio ritmo.

7- Separação é separação

Quando vocês decidem separar as coisas agora mudam pra valer. A entrada na casa já não é mais a mesma, a relação já não é mais a mesma. Tudo muda.

Por isso, antes de requerer ao divórcio pense muito bem, reflitam juntos e procurem uma alternativa. Um divórcio mudará sua vida e seu estilo de vida para sempre!

Deixe seu comentário: